Cartas de Amor não são ridículas!



Entre os presentes que eu mai gosto de receber estão as cartas. Cartas de amor, de partida de saudade. Recebi esta recentemente de alguém por quem tenho muito apreço. Demore uma semana para ler porque tive medo de saber o que tinha dentro. Qual não foi minha surpresa quando li e me emocionei com o ensinamento. Compartilho agora uma parte dela. Serviu para mim e pode encontrar vocês num momento propício:

"Levante, erga a cabeça,
Se plante!
Acorde! 
Um novo dia começa
Abra os olhos pra vê
Que rudo passa,
que a vida é massa
que hoje o ontem
Já se acabou,
me abrace forte,
me dê um norte,
eu quero colo,
fava de amor"

Obrigada Bia Braz. Me faz bem aprender a te amar irmã.

Bjs
Share on Google Plus

About Sueide Kintê

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário