Você Tá Proibido de Morrer!

Gosto de Funk, mas, escuto pouco. Quando escuto danço, riu, aprendo a letra. No meio dessa panacéia que é o funk brasileiro, existe uma safra de Mcs que sempre falam direto com meu coração e aspirações. O que eu admiro neles? O jeito objetivo e lúdico de falar de si, e, pôr o dedo na ferida ao mesmo tempo. Alguns deles fazem melhor que os Mcs de Rap. O Cidinho é um deles. Há dez anos eu cantava "Eu só quero é ser feliz..."  dele e Mc Doca. Hoje eu ainda escuto seus versos e ouço a mesma música várias vezes. Foi assim quando conheci essa letra -Você tá Proibido de Morrer. Lembrei dos meus amigos do Beco de Careca. Lugar onde nasci e cresci. Compartilho com vocês.

Assite agora:



Você tá proibido de morrer!
 Me arrume uma mesa com quatro cadeiras que é para me desabafar sentado, um balde recheado de gelo , cerveja, red do bom lacrado, uma cadeira para cada fase da minha vida, uma cadeira para cada face do meu destino – guerreiro, menino.

Dá um abraço no amigo que está do seu lado e fala assim pra ele:
Você está proibido de morrer! Dá um abraço no amigo que está do seu lado e fala assim pra ele: Você está proibido de morrer!

Meu pai na idade que eu tinha cuidava da família com muita dificuldade. Minha mãe retirante, lavava, passava pra nós não passar por necessidade. Pode até ser que o criador esteja triste comigo pelo que eu tenho passado, mas, eu garanto meu amor que me recuperei que hoje estou recuperado. Minha mina fechou comigo a Vera. No dia que fui parar atrás da cela, lá na favela. Ela fortaleceu na idéia. Não largo ela. Agora é nós que ta! Dá um abraço no amigo que está do seu lado e fala assim pra ele:
- Você está proibido de morrer!


Letra de música: Mc Cidinho

Share on Google Plus

About Sueide Kintê

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário